Vale Europeu - Pedalada da Noite


DIA 13
Saida tranquila de Salvador com parada em Guarulhos, alguns chopps depois, avião novamente, desta vez com destino a Floripa.
Hotel bonito e aconchegante, no entanto em Salvador o vôo que trazia Alex e Sandro com esposas foi cancelado.
Ficamos aqui na expectativa de fazermos algumas mudanças no itinerário até a chegada deles em Timbó.
Nas montagens das bikes descobrimos que faltava a de Fatinha, obrigando Fernando a ir ao Aeroporto no dia seguinte bem cedo, onde descobriu que a bike havia ficado em São Paulo.

Dia 14
Deixamos o hotel em Floripa num ônibus que nos levou a Pomerode numa viagem de 3.30 horas.
Durante a viagem nos comunicamos com a galera que teve seu vôo cancelado, pegaram outro bem cedo e já estavam a caminho de Pomerode.
Em Pomerode almoçamos em uma cantina tipicamente alemã. Durante o almoço a galera que faltava chegou em um taxi fretado pela Companhia Aérea, ai ficou tudo bem. Fatinha conseguiu uma bike e não perdeu seu passeio.
Com uma van de apoio começamos a pedalar as 14.30 com toda a galera inclusive as crianças. Dos 50 km previstos até Timbó, as crianças nos acompanharamnos primeiros oito, onde a partir dali teríamos três kms de subida numa altimetria de 420 m. Dai em diante só alegria, ótimas paisagens com direito a por do sol e tudo, onde chegamos a Timbó por volta das 20 h.
RESUMO:Distância Pedalada  55 Km

Dia 15
Previsão de saída as 9.00 h, percurso estimado em 35 km até Dr. Pedrinho, com subidas suaves e muita diversão. Coisa nenhuma. Pedal mais radical que no dia anterior. Nossa altimetria chegou a 740 m com dois km de subida íngreme até a Cachoeira Paulista, onde nos deliciamos de um banho com água a 15 graus de temperatura, ótimo para relaxar os músculos castigados pelas subidas constantes.
Nesse dia, onde contemplamos as mais bonitas paisagens até então, o percurso que seria de 35 km, modificamos para conhecermos a Cachoeira Paulista, aumentando em mais 9 km. No final dos 44 km chegamos a uma pousada no alto da montanha, digna de um grupo de combatentes voltando da frente de batalha.


Dia 16
Com o grupo refeito, saímos às 9.30 h com tempo ótimo com destino a Alto Cedros, distância prevista de 45 km, a paisagem mudou um pouco. Cortamos uma floresta de Pinheiros e Araucárias, com sua beleza característica. Muitas subidas sofridas e descidas alucinantes e por volta das 18:30chegamos ao nosso destino em baixo de uma chuva torrencial e muito frio.
Um conjunto de Chalés típicos de MontanhasSuiças contornadas por uma linda represa de águas paradas, onde mais uma vez contemplamos a natureza. Num clima de montanha, muito agasalho e um jantarzinho maneiro, descansamos ao som da resenha do dia degustando vinhos.

Dia 17
Após um delicioso café da manhã, saímos as 9.30 com direito a travessia de barco. Nosso percurso até Timbó foi de 46 km, desta vêz por estarmos em altitude, 95% do pedal foi dedescidas.  O ponto máximo de hoje foi a descida de 7 km radicais de uma serra, adrenal.
Chegamos em Timbó ainda cedo e em cima da ponte que é considerada o principal ponto turístico da cidade encerramos nosso pedal com banho de Champagne. Em seguida bebemoramos a Expedição Vale Europeu no restaurante ao lado da ponte.


Dia 18
SNIFF !!! A Volta !!!
Nos preparamos para sair de Timbó as 10.00 h com destino ao Aeroporto de Floripa e retorno a Salvador.
Deixamos nessa Expedição muitas emoções, um acervo de fotos e vídeos muito bom, e só nos resta agora nos prepararmos para a próxima aventura do Pedalada da Noite.
Queremos fazer um agradecimento aos nossos parceiros dos Caminhos do Sertão, e deixar aqui registrado que em todo momento foram muito profissionais, amigos, companheiros, pacientes com nossas crianças, enfim, amigos de verdade. Muito obrigado a vocês e aguardem nossa próxima viagem.
Visitem nosso sitewww.pedaladadanoite.com.br  e curtam as fotos. Muito obrigado a todos os participantes dessa grande família.

Texto:Carlão Ribeiro